Operários: destaque da fase social da pintora, a telamostra os vários rostos dos trabalhadores darecém-inaugurada indústria brasileira.

Operários: destaque da fase social da pintora, a telamostra os vários rostos dos trabalhadores darecém-inaugurada indústria brasileira.

A exposição Tesouros Paulistas, em cartaz na Galeria de Arte do Sesi-SP, no Centro Cultural Fiesp, reúne uma seleção inédita de peças do cotidiano dos Palácios dos Bandeirantes (São Paulo) e Boa Vista (Campos do Jordão). As obras, que vão do período colonial ao Modernismo brasileiro, ficam em cartaz diariamente, das 10h às 20h, até 28 de fevereiro. A entrada é gratuita.

De um lado, o passado colonial do Brasil está presente nos móveis e imagens sacras. Os períodos imperial e a primeira república estão representados nas porcelanas importadas da Europa, com influências principalmente francesas. De outro, a vasta coleção de arte moderna brasileira que destaca expoentes do movimento: desde os pioneiros Anita Malfatti (A Ventania,1915) e Victor Brecheret (Bailarina, déc. 1920), até os consolidadores Tarsila do Amaral (Operários, 1933); Alfredo Volpi (Bandeirinhas, 1970), Clóvis Graciano (Frevo, 1953), entre outros.

O visitante ainda poderá conferir exemplares de movimentos artísticos importantes como o Abstracionismo, com Tomie Ohtake (Cinza e Vermelho, 1977) e Samson Flexor (Formas Superpostas, 1951); a linguagem figurativa de Cândido Portinari (Bandeirante, 1955), Di Cavalcanti (Mulher e Paisagem, 1931), Flávio de Carvalho (Retrato de Ana Maria Fioca, 1951) e Tomás Santa Rosa (Natureza morta, s/data); além de algumas peças da arte sacra brasileira, como São José de Botas, de Aleijadinho.

Serviço

Tesouros Paulistas – Coleções de arte dos Palácios do Governo do Estado de São Paulo

Período: Até 28 de fevereiro de 2017
Horário: diariamente, das 10h às 20h (com entrada até 19h40)
Local: Galeria de Arte SESI-SP (Av. Paulista, 1313 – em frente à estação Trianon-Masp do Metrô)
Classificação indicativa: Livre
Grátis. Mais informações em www.sesisp.org.br/cultura.

Texto: Raisa Scandovieri, Agência Indusnet Fiesp
Fonte: Portal FIESP