tarsila-no-planalto

O Planalto abrigará, entre 21 de fevereiro e 28 de março, a exposição “Diálogos Contemporânios – do Modernismo ao Neoconcreo”.

Serão cerca de 60 peças, entre quadros e esculturas, cedidas pelo Museu Nacional de Belas Artes, do Rio. A estrela será o autorretrato de Tarsila do Amaral, intitulado “Manteau Rouge”, pintado em 1923.

Mas também haverá obras de Cândido Portinari, Di Cavalcanti e Athos Bulcão.

É a segunda vez que Michel Temer abre as portas do palácio para exposições. Em maio do ano passado, expôs documentos históricos como a Lei Áurea e o passaporte de Santos Dumont. Dilma Rousseff inaugurou essa prática em seu governo.

Fonte: O Globo.