SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – As obras de Tarsila do Amaral (1886- 1973) “Abaporu” (1928), “Antropofagia” (1929) e “A Negra” (1923), consideradas a santíssima trindade, do modernismo da artista, têm despertado o interesse de visitantes, que fazem fila para ver os quadros expostos no Masp, na Bela Vista. As pinturas podem ser admiradas de graça, hoje, e todas as terças feiras até 28 de julho, na exposição “Tarsila Popular”.

Estão à mostra 92 trabalhos de Tarsila, uma das principais artistas do país. Com curadoria de Fernando Oliva e Adriano Pedrosa, a exposição exalta os aspectos sociais, políticos e raciais discutidos na obra da artista —destaque para o primeiro andar, que exibe as obras famosas.

“Abaporu”,uma de suas pinturas mais populares e conhecidas, está apenas de visita, um dos motivos do alvoroço em torno da mostra.

A peça, na verdade, pertence ao empresário argentino Eduardo Costantini, fundador do Malba (Museu de Arte Latino-Americana de Buenos Aires), na capital portenha, onde a obra está exposta permanentemente.

TARSILA POPULAR

QUANDO: Terça, das 10h às 20h. De qua. a dom., das 10h às 18h. Até 28/7.

QUANTO: Terça-feira é grátis. Demais dias, custa R$ 40.

ONDE: Masp (avenida Paulista, 1.578, Bela Vista,tel. (11) 3149-5959).

CLASSIFICAÇÃO: Livre.

Fonte: https://gauchazh.clicrbs.com.br/cultura-e-lazer/noticia/2019/05/obras-de-tarsila-do-amaral-podem-ser-visitadas-de-graca-cjvmd0tpj033k01llbdhovvbo.html