De um conjunto de mais de 600 gravuras que fazem parte da coleção da galeria cAsA – Obras Sobre Papel, Lucia Palhano, Paulo Rocha e Thyer Machado selecionaram 52, concebidas por 43 artistas, para montar a mostra “Impressões – Mulheres Artistas no Acervo da cAsA”, em cartaz nesse espaço. Entre os nomes representados, figuram as brasileiras Tarsila do Amaral, Fayga Ostrower, Lotus Lobo, Maria Bonomi, Tomie Otahke, Renina Katz e Lygia Pape, além da alemã Käthe Kollwitz.

gravura-tarsila-do-amaral-1971

Imagem ilustrativa

O recorte é ancorado no destaque às criações de autoria feminina, o que, em vez de homogeneizar a proposta, reflete uma diversidade de olhares. “A partir disso, a gente pôde, de certa forma, se confrontar com essa pluralidade de artistas e de visões sobre o universo da gravura e da arte, uma vez que as obras perpassam diversas vertentes e estilos”, comenta Rocha.

De acordo com ele, a intenção do projeto é aproximar o público das preciosidades guardadas pela cAsA. “Um exemplo é a gravura de Tarsila do Amaral, de 1971. As pessoas ficam surpresas ao saber dela, afinal a produção em gravura de Tarsila é ínfima se comparada com as pinturas”, relata.

Saiba mais através desse link: www.otempo.com.br

Serviço. Mostra “Impressões – Mulheres Artistas no Acervo da cAsA”, em cartaz na cAsA (av. Brasil, 75, Sta. Efigênia). Até 30/5, de 2ª a 6ª, das 10h às 19h; sáb., das 10h às 14h. Gratuito.

Texto e fonte: Portal O Tempo